Projeto Parlamento dos Jovens – Salvar os Oceanos.

Domínio de Autonomia Curricular – Letra J
Março 7, 2019
Domínio de Autonomia Curricular – Plantas
Março 11, 2019

Projeto Parlamento dos Jovens – Salvar os Oceanos.

Terminou a participação das turmas de 5º e 6º anos no Projeto Parlamento dos Jovens – Salvar os Oceanos. Este programa é uma iniciativa da Assembleia da República dirigida aos alunos do ensino básico e secundário.

Este programa tem como principais objetivos educar os jovens para a cidadania, desenvolvendo o gosto pela participação cívica e política e estimular a capacidade de argumentação e defesa das ideias com respeito pelos valores da tolerância e da formação da vontade da maioria.

Este foi um caminho que começou no início do ano letivo com a apresentação do programa e os objetivos deste projeto aos nossos alunos. Durante este tempo, foram-se desenvolvendo diversas atividades, dentro e fora da sala de aula.

Este projeto inseriu-se nos conteúdos da disciplina de Cidadania e Desenvolvimento, e foi nesta aula que realizamos todas as nossas atividades. No primeiro momento, os alunos começaram por fazer pesquisas sobre o significado das palavras Democracia e Ditadura, tendo-se trabalhado as diferenças entre estes dois regimes políticos. De seguida, pesquisou-se e trabalhou-se informação disponibilizada pelos professores sobre os órgãos de poder das regiões autónomas dos Açores e Madeira, de poder central e poder local. Neste último, contámos com a participação de um deputado municipal e encarregado de educação de um dos nossos alunos, o Dr. José Barão. Numa sessão por si dinamizada, explicou-nos quais as funções, competências da Assembleia Municipal e quais os direitos e deveres dos deputados democraticamente eleitos.

Num segundo momento, foi constituída a Comissão Eleitoral Escolar, da qual fizeram parte três professores e seis alunos. Esta tinha como função organizar o processo de candidaturas por listas, marcar a data de eleição dos deputados à Sessão Escolar e a data desta Sessão.

No mês de novembro, organizaram-se as listas compostas com 10 alunos cada. Os elementos de cada uma definiram ainda três medidas sobre o tema indicado para a edição do Parlamento dos Jovens, com uma breve justificação das mesmas.

No início do mês de janeiro realizaram-se as eleições e, utilizando o método D’Hondt, converteram-se os votos em mandatos. Foram assim escolhidos os deputados das diferentes listas que participaram na Sessão Escolar.

Na Sessão Escolar, os deputados eleitos das diferentes listas debateram e defenderam as suas ideias e, no final, foi votado e aprovado o Projeto de Recomendação da Escola a apresentar na Sessão Distrital/Regional, bem como eleitos os deputados que representaram a escola na Sessão Distrital/Regional.

A Sessão Distrital/Regional decorreu no passado dia 18 de fevereiro e os nossos três deputados (dois efetivos e um suplente) defenderam e debateram, com os colegas de outras escolas as medidas dos diferentes projetos de recomendação. No final foram eleitos os deputados que irão representar o distrito de Setúbal na Sessão Nacional.

A participação da nossa escola neste projeto foi útil para os nossos alunos perceberem como funcionam as nossas instituições e, ao mesmo tempo, participarem nesta iniciativa enquanto cidadãos ativos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.