Domínio de Autonomia Curricular Primeiro Ano – Letra C
Fevereiro 22, 2022
Tabelas de Preços 2022/23
Março 10, 2022

Domínio de Autonomia Curricular Quarto Ano – Aspetos geográficos

De regresso à escola, ainda online começámos uma nova viagem pelo nosso país desta vez para descobrirmos aspetos geográficos e características associadas.

Começámos pelo Estudo do Meio para perceber como se divide o nosso país. Relembrámos os distritos, mas descobrimos que antigamente o país estava dividido em províncias e que estas se mantiveram como divisões históricas e geográficas, não desaparecendo do nosso quotidiano, e sendo a divisão regional de maior referência dos portugueses.

Conversámos uns com os outros e apercebemo-nos que alguns de nós tem familiares que são originários de outras partes de Portugal. Percebemos o que os levou a mudar de região dentro do seu país e compreendemos melhor o que é o fenómeno da migração.

Estudámos as serras e rios de Portugal e fizemos um mapa em que explorámos a sua localização geográfica. Procurando associar sempre o nosso estudo com as questões ambientais conversámos sobre a poluição da água e associámos ainda a necessidade de a preservarmos. O que podemos fazer de diferente? Como podemos cuidar do nosso Planeta?

Como estávamos a trabalhar os rios, começamos a nossa incursão sobre os vários estados físicos da água e os fenómenos associados e … compreendemos o ciclo da água! Como tudo está relacionado!!

A professora Margarida apresentou-nos o Projeto tartaruga e deu-nos a conhecer algumas músicas que nos deixaram deliciados. A preservação das espécies marinhas e a sensibilização para a poluição dos mares andou de braço dado com a música e… como foi interessante!

Lemos histórias, poemas, provérbios e associamo-los aos costumes do povo português. Percebemos que também existem tradições musicais que são próprias de cada região e, com o professor de Música, descobrimos diversos instrumentos e sonoridades que estão ligados à identidade de cada local.

Nas artes visuais o professor Ricardo apresentou-nos a obra de Lourdes Castro e… que surpresa que foi!

Para relembrarmos um pouco das obras portuguesas, a professora Joana preparou com os nossos colegas que estudam violino a peça “Ó rama, ó que linda rama”. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.